quinta-feira, 26 de maio de 2016

Texto de Wagner Moura é censurado em jornal

Estadão pede texto ao ator, mas ao citar o golpe, veículo não o publica



Por Wagner Moura

"Escrevi essa resposta-texto para jornalistas do Estado e da Zero Hora que queriam minha opinião sobre a extinção do Minc. O Zero Hora vai dar. O Estado se recusou.

A extinção do Minc é só a primeira demonstração de obscurantismo e ignorância dada por esse Governo ilegítimo. O pior ainda está por vir. Vem aí a pacoteira de desmonte de leis trabalhistas, a começar pela mudança de nossa definição de trabalho escravo, para a alegria do sorridente pato da FIESP, que pagou a conta do golpe.

Começaram transformando a Secretaria de Direitos Humanos num puxadinho do Ministério da Justiça. Igualdade Racial e Secretaria da Mulher também: tudo será comandado pelo cara que no Governo Alckmin mandou descer a porrada nos estudantes que ocuparam as escolas e nos manifestantes de 2013. Sob sua gestão, a PM de São Paulo matou 61% a mais. Sabe tudo de direitos humanos o ex-advogado de Eduardo Cunha, o senhor Alexandre de Moraes.

Mas claro, a faxina não estaria completa se não acabassem com o Ministério da Cultura, que segundo o genial entendimento dos golpistas, era um covil de artistas comunistas pagos pelo PT para dar opiniões políticas a seu favor (?!!!). Conseguiram difundir essa imbecilidade e ainda a ideia de que as leis de incentivo tiravam dinheiro de hospitais e escolas e que os impostos de brasileiros honestos sustentavam artistas vagabundos. Os pró-impeachment compraram rapidamente essa falácia conveniente e absurda sem ter a menor noção de como funcionam as leis (criadas no Governo Collor!) e da importância do Minc e do investimento em Cultura para o desenvolvimento de um país. É muito triste tudo. Ontem vi um post em que Silas Malafaia comemorava a extinção “do antro de esquerdopatas”, referindo-se ao Minc. Um negócio tão ignóbil que não dá pra sentir nada além de tristeza. Predominou a desinformação, a desonestidade e o obscurantismo.

Praticamente todos os filmes brasileiros produzidos de 93 para cá foram feitos graças à lei do Audiovisual. Como pensar que isso possa ter sido nocivo para o Brasil?! Como pensar que o país estará melhor sem a complexidade de um Ministério que cuidava de gerir e difundir todas as manifestações culturais brasileiras aqui e no exterior? Bradar contra o Minc e contra as leis (ao invés de contribuir com ideias para melhorá-las) é mais que ignorância, é má fé mesmo. E agora que a ordem é cortar gastos, o presidente que veio livrar o Brasil da corrupção e seu ministério de homens brancos, com sete novos ministros investigados pela Lava Jato, começa seu reinado varrendo a Cultura da esplanada dos Ministérios… Faz sentido. Os artistas foram mesmo das maiores forças de resistência ao golpe. Perdemos feio.

Acabo de ler que vão acabar também com a TV Brasil. Ótimo. Pra que cultura? Posso ouvir os festejos nos gabinetes da Câmara, nos apartamentos chiques dos batedores de panela, na Igreja de Malafaia e na redação da Veja: “Acabamos com esse antro de artistazinhos comprados pelo PT! Estão pensando o que? Acabamos a mamata da esquerda caviar! Chega de frescura! Viva o Brasil!” Trevas amigo… E o pior ainda está por vir."


4 COMENTE! :

Papaleguas games disse...

Fala wagner, acho bem pouco provável que você vá ler este comentário. Como muitos acompanho seu trabalho já há muito tempo e sempre gostei muito de sua postura como ator e também do talento que tem. Nao concordo com algumas posições politicas suas com relação ao governo e esse contexto que vivemos (nao sou um "coxinha", minhas cirticas sao ao projeto do pt mais em suas entidades de base, mas uma critica mais a esqeurda).
Gostaria de saber o porque de nao trazerem a tona atraves do cinema o massacre de eldorado de carajas. Uma historia esquecida pela grande maioria dos brasileiros e que traz consigo um forte carater da realidade enfrentada por milhares de familias Brasil afora.
Grande abraço!

Ro Sa car Pecas Gm disse...

Wagner você está correto, o pior ainda está por vir 😞

Ro Sa car Pecas Gm disse...

Wagner você está correto, o pior ainda está por vir 😞

Eric Tercitano disse...

Pq ele é comprado, veja o filme praia do futuro, onde ele denigre a imagem do guarda vidas a mando e patrocínio de Sérgio Cabral. Depois dos acontecimentos no quartel central dos bombeiros, onde nos posicionamos contra aquele governo, por melhores condições de trabalho, onde 439 bombeiros militares foram levandos para Bangú 1. Tudo covarde. É esse ator é outro que vai apoiar quem pagar mais.