quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Exclusivo: confira, antes, como será o cartaz nacional do aguardado Trash - A Esperança vem do Lixo

Peça dá destaque às pratas da casa do filme do premiado Stephen Daldry (Billy Eliot), que mescla atores brasileiros e internacionais e estreia no país em 9 de outubro.


Corra, que é por tempo limitado! Não, não é promoção, mas o AdoroCinema publica aqui embaixo, duas horas antes (!), o cartaz nacional do aguardado Trash - A Esperança vem do Lixo, uma coprodução do Brasil com o Reino Unido, que será divulgado no perfil oficial do filme no Facebook (/trashofilme) ao meio-dia desta quarta-feira, 20 de agosto.

Diferente da versão que vai circular lá fora – que você confere mais abaixo –, a peça nacional dá destaque ao nosso produto interno, ou seja, às estrelas brasileiras da produção, Wagner Moura e Selton Mello, dois dos atores contemporâneos de maior visibilidade no país que, pela primeira vez, atuam em um mesmo filme.

Eles dividem a tela com nomes de peso de Hollywood, como a indicada ao Oscar Rooney Mara (Millennium - Os Homens Que Não Amavam as Mulheres) e Martin Sheen (Apocalypse Now), no filme dirigido pelo premiado Stephen Daldry (Billy Elliot, As Horas, O Leitor), que estreia no dia 9 de outubro.



Na história, três meninos – os estreantes Rickson Tevez (Raphael), Eduardo Luis (Gardo) e Gabriel Weinstein (Rato) – que trabalham em um lixão encontram uma carteira, que contém instruções que levam a uma verdadeira bolada. Na aventura, cercada de mistérios, eles vão topar com José Angelo (Wagner Moura), Frederico (Selton Mello) e Antonio Santos (Stepan Nercessian), além de um pastor, Julliard (Martin Sheen), e da professora de inglês Olivia (Rooney Mara). Nelson Xavier, André Ramiro, Leandro Firmino e José Dummont completam o elenco.

Com roteiro de Richard Curtis (Quatro Casamentos e Um Funeral, Um Lugar Chamado Notting Hill, Cavalo de Guerra) – baseado no livro de Andy Mulligan, de 2010 –, Trash - A Esperança vem do Lixo é uma coprodução da brasileira O2 Filmes com as produtoras britânicas Working Title e PeaPie Films. A distribuição é da Universal Pictures. 

Fonte: Adoro Cinema