terça-feira, 1 de abril de 2014

Confirmado: Wagner Moura será Pablo Escobar em série realizada por José Padilha



Depois de terem trabalhado juntos na franquia Tropa de Elite, o realizador José Padilha e o ator Wagner Moura vão voltar a colaborar, desta vez numa série produzida pela Gaumont International Television e pelo Netflix. E depois de ter sido o famoso Capitão Nascimento, Moura será agora o famoso narcotraficante colombiano Pablo Escobar, lider do cartel de Medellín, reverenciado pelos pobres como um novo Robin Hood e temido pelas estruturas de poder. Em 1992, por exemplo, para evitar sua extradição para os Estados Unidos ou seu assassinato pelo cartel rival, Escobar foi «detido» na sua luxuosa prisão particular, La Catedral, que ele próprio construiu. Na época o traficante negociou um acordo com o governo colombiano onde seria preso por cinco anos com a garantia da sua não extradição para os Estados Unidos. Entretanto, a sua "prisão" parecia mais um clube particular ultra-seguro e ele não se importou muito com a sentença, sendo visto várias vezes fora da zona de detenção, nas compras e festas em Medellín. Escobar viria a ser morto em 1993 numa operação conjunta das forças colombianas, fortemente apoiadas pelos EUA. O projeto, denominado Narcos, nasceu como um filme, mas durante o seu desenvolvimento foi transformado em série de maneira a acompanhar com maior tranquilidade a vida e a morte do traficante. Padilha irá supervisionar e realizar a primeira temporada de 13 episódios. Chris Brancato, conhecido pelo seu trabalho de produção em séries como Law & Order: Criminal Intent, será o produtor executivo/showrunner deste projeto. 

Fonte: C7nema