quinta-feira, 7 de novembro de 2013

As primeiras emoções de Tropa de Elite 2

Nascimento retorna para enfrentar as milícias e vive um drama com seu filho adolescente

Wagner Moura na pele do, agora, Coronel Nascimento do Bope.

Luzes, câmera, ação. Muita ação... Vem aí Tropa de Elite 2, dirigido por José Padilha e novamente com Wagner Moura no papel principal, o do Coronel Nascimento, anteriormente capitão, que subiu de patente. O filme, com estreia marcada para 8 de outubro, foi rodado no Rio de Janeiro. Ele conta uma história que se passa nos dias atuais e deverá fazer tanto sucesso quanto Tropa de Elite (2007). Isso porque agora a questão é ainda mais pessoal.

O comandante Nascimento enfrenta com garra ainda maior as milícias que dominam o cenário carioca. E combina o desafio de pacificar uma cidade ocupada pelo crime e as constantes preocupações com o filho adolescente. Um ator estreante, Pedro Van Held, viverá Rafael que tanta dor de cabeça dará ao pai. Maria Ribeiro estará de volta à história interpretando Rosane, mesma personagem de Tropa de Elite, agora ex-esposa de Nascimento. André Ramiro e Milhem Cortaz também retornam respectivamente como André Matias e Capitão Fábio.




O cantor Seu Jorge que vai incorporar o bandido Beirada e carro com câmera acoplada nas filmagens

Ainda estarão no elenco o cantor e ator Seu Jorge, que será o bandido Beirada, e Dudu Nobre. Tainá Müller interpretará a jornalista Clara e Irandhir Santos, o Fraga. Tropa de Elite conquistou o público antes mesmo da estréia nos cinemas em 2007. Pelo menos 11 milhões de brasileiros já tinham assistido ao filme em cópias de DVD pirata. O drama do Capitão Nascimento, tendo que optar entre a responsabilidade com o Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) da Polícia Militar do Rio de Janeiro e o desejo de ficar mais próximo da mulher grávida, além das cenas de ação e o realismo nos morros, mobilizou os brasileiros.


Foto: Bento Marzo e Alexandre Lima
Atores reproduzindo ação do Bope e Maria Ribeiro como Rosana

E, naquela época, mesmo com a pirataria, 2,4 milhões de espectadores assistiram à produção nos cinemas. O bordão “pede pra sair” ganhou as ruas, a questão da segurança pública ficou em pauta e o longa conquistou o Urso de Ouro de melhor filme no Festival de Berlim, na Alemanha. Com novos ingredientes, a sequência também deverá empolgar, e muito!

Fonte: Abril