quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Wagner Moura estampa a Nova edição da Revista ZAP

O sucesso da pré-estreia de ‘Tropa de Elite 2’no Theatro Municipal, a repercussão do 1º Rodeio Coberto do País e a história do início da Festa de Peão em Paulínia são alguns dos destaques da mais nova edição da Revista ZAP.

Com uma forma inovadora de levar ao conhecimento do público os eventos que foram sucesso na cidade e ressaltar pessoas e empresas de destaque em Paulínia, a 9ª edição da Revista ZAP pode ser folheada como uma opção de leitura prazerosa para os paulinenses antenados com o que acontece na cidade.

Com matérias exclusivas sobre o PAM 2010 (Paulínia Arena Music), a ZAP mostra como foi a repercussão da festa e fez um levantamento histórico sobre o inicio dessa modalidade na Terra de José Paulino. Com fotos de arquivo, a equipe de jornalismo da Revista ZAP conta como foi a iniciativa da Família Pavan desde a década de 80 para a realização das festas de peão na cidade.

Notícias do esporte e dicas de qualidade de vida, além de uma matéria sobre o PAS (Programa de Ação Social) ainda completam a lista de matérias da Revista que está atraindo um número cada vez maior de leitores. “Nosso diferencial é oferecer o que há de melhor. Prezamos pela qualidade, desde a criação de matérias que são produzidas com honestidade, transparência e ética até na escolha do papel. Trabalhar com qualidade é nosso lema, tanto para nossos leitores, quanto aos nossos parceiros”, explica o diretor da ZAP, Adilson Alves.

Na ZAP de novembro você ainda pode ler sobre a boa impressão que o Theatro Municipal e o público de Paulínia causaram em Miguel Falabella, Diogo Vilela e o cineasta José Padilha, este último responsável pelo longa nacional “Tropa de Elite2’.

Confira também fotos e textos sobre os acontecimentos mais festejados da cidade e quem foi notícia neste mês.

Fonte: Cadê Paulínia.com

1 COMENTE! :

Xavier disse...

Carol Monteiro,

É com grande alegria que faço esse comentário.
A interpretação desse grande ator conseguiu mostrar a sociedade brasileira que existem pessoas com grande caráter e com vontade de levar as pessoas um pouco de tranquilidade e confiança no que se refere a Segurança Pública. Tirando a idéia do herói nacional, colocado pela quase totalidade de quem assistiu esse longa, esse personagem conseguiu resgatar a confiança/esperança de que ainda existem ainda um Estado de Direito ainda nesse País. Sabemos que esse filme acabou por desencadear as ações que estão acontecendo no Rio de Janeiro, pois qual o melhor momento de realizar uma megaoperação dessas se não fosse a oportunidade de "flash" de esperança numa força policial se não fosse o Tropa de Elite 2, tendo com isso todo um apoio da população. Eu gostaria de um dia de dar pessoalmente os parabéns a esse ator e ao seu diretor pela forma que ele invocou um personagem com tanta maestria ao atingir o ego de alguns hipócritas que sentavam em cima de seus "rabos" e deixavam as coisas acontecerem sem tomar nenhuma providência. Talvez isso não seja de grande insentivo para esse grande ator, mas a sociedade brasileira em especial a do Rio de Janeiro mesmo com algumas perdas agradeceram pelo momento histórico no RJ.
Forte abraço do Cabo Xavier.
Primeira Companhia de Missões Especiais da PMMG.
oldairx@oi.com.br