sexta-feira, 12 de março de 2010

Wagner Moura se machuca na gravação de Tropa de Elite 2



Tropa de Elite 2 começou a ser rodado em 25 de janeiro, no Rio, com boa parte do elenco original e quase a mesma equipe técnica



A equipe do filme Tropa de Elite 2 precisou trocar o dia pela noite durante a filmagem de sequências importantíssimas - e sigilosas, para variar -, que começaram na madrugada do último sábado e só terminaram ontem de manhã cedo, no Centro de Niterói. Transformada em hospital, a sede da Ampla serviu de cenário para uma arapuca armada contra o Capitão Nascimento (Wagner Moura) e mobilizou grande aparato de iluminação. "Trocamos as lâmpadas de 20 postes nas redondezas da Ampla por outras com 2.000 watts de potência", explica Ulisses Malta Júnior, chefe da elétrica do filme de José Padilha.
Mas não só isso. Um refletor foi instalado a 30 metros de altura da fachada do edifício. "O mais complexo foi criar uma espécie de elevador para erguê-lo. O refletor tem 20 mil watts e pesa cerca de 100 kg", explica o técnico, impossibilitado de tocar em questões relacionadas ao roteiro do longa. "Posso dizer que ele mudou. No dia da filmagem, não pude ficar no set. Apenas coordenei. Muitas pessoas foram retiradas", diz.
Durante os quatro dias de filmagem, a equipe, formada por mais de 100 pessoas, começava a preparar a estrutura do set às 18h e terminava por volta das 5h30. A prefeitura do município prestou auxílio, desviando o trânsito ao longo da madrugada.
Também estiveram presentes os americanos Bruno Van Zeebroek e Keith Woulard, responsáveis pelos efeitos especiais de Tropa 2. O carro que Capitão Nascimento dirige teve que ser adaptado para carregar uma câmera acoplada à janela, que permitirá ao espectador ter a visão do motorista na cena. "Nosso trabalho teve que ser extremamente meticuloso. Queremos dar o melhor ao público que vai ao cinema", explica o chefe da elétrica.
Após filmar a sequência em que seu personagem sai do hospital e é vítima de uma emboscada, Wagner Moura precisou colocar uma compressa de gelo no joelho. Mas não houve nada sério, garante a assessoria de imprensa do filme, que disponibilizará hoje, no blog www.tropa2.com.br, um vídeo do making of das cenas.
Tropa de Elite 2 começou a ser rodado em 25 de janeiro, no Rio, com boa parte do elenco original e quase a mesma equipe técnica. Na continuação do sucesso de bilheteria de 2007, o Capitão Nascimento enfrentará as milícias, com o desafio de pacificar a cidade. Por conta disso, sequências aéreas foram filmadas no Morro Dona Marta, em Botafogo.
Fonte: Sala da cultura