sábado, 4 de abril de 2009

Wagner Moura, Cássia Kiss e Alice Braga concorrem no GP Vivo de Cinema



Wagner Moura em cena do filme Romance

A Vivo vai realizar no dia 14 de abril o sétimo Grande Prêmio Vivo de Cinema 2009, no Vivo Rio, Rio de Janeiro. O evento vai premiar os vencedores em 25 categorias diferentes, entre elas a de Melhor Atriz, Melhor Ator e Melhor Atriz e Ator Coadjuvante. Os trabalhos concorrentes foram produzidos entre 1 de janeiro e 31 de dezembro de 2008.

O ator Wagner Moura está concorrendo como Melhor Ator do filme Romance, Cássia Kiss, como Melhor Atriz em Chega de Saudade e Alice Braga, como Melhor Atriz Coadjuvante em Ensaio Sobre a Cegueira.

Dentre os finalistas, destaque para as produções nacionais Estômago e Meu Nome Não é Johnny, cada uma com 14 indicações, seguido por Ensaio sobre a Cegueira, concorrendo em 13 categorias e Chega de Saudade, finalista em 11 prêmios.

Confira os finalistas de algumas categorias:

MELHOR ATRIZ
Cássia Kiss como Marici por Chega de Saudade
Cláudia Abreu como Glória por Os Desafinados
Darlene Glória como Mércia por Feliz Natal
Leandra Leal como Camila por Nome Próprio
Sandra Corveloni como Cleuza por Linha de Passe

MELHOR ATOR
Ary Fontoura como Dona Dina por A Guerra dos Rocha
César Trancoso como Beto por O Banheiro do Papa
João Miguel como Raimundo Nonato / Alecrim por Estômago
Selton Mello como João Guilherme Estrella por Meu Nome Não é Johnny
Stepan Nercessian como Eudes por Chega de Saudade
Wagner Moura como Pedro por Romance

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Alice Braga como Mulher de óculos escuros por Ensaio Sobre a Cegueira
Andréa Beltrão como Fernanda por Romance
Clarisse Abujamra por Chega de Saudade
Júlia Lemmertz como Mãe por Meu Nome Não é Johnny
Zezé Motta como Dona de vaga por Deserto Feliz

MELHOR ATOR COADJUVANTE
Ângelo Paes Leme como Julinho por Meu Nome Não é Johnny
Babu Santana como Bujiú por Estômago
Gael García Bernal como Rei da ala III por Ensaio Sobre a Cegueira
Lúcio Mauro como Miguel por Feliz Natal
Paulo Miklos como Etcétera por Estômago

MELHOR LONGA–METRAGEM DE FICÇÃO
Banheiro do Papa, de César Charlone e Enrique Fernández
Ensaio Sobre a Cegueira, de Fernando Meirelles
Estômago, de Marcos Jorge
Linha de Passe, de Walter Salles e Daniela Thomas
Meu Nome Não Johnny, de Mauro Lima

MELHOR LONGA-METRAGEM ESTRANGEIRO
4 meses, 3 semanas e 2 dias (4 Luni, 3 Saptamani Si 2 Zile, ficção, Romênia), dirigido por Cristian Mungiu
Desejo e Reparação (Atonement, ficção, Reino Unido / França), dirigido por Joe Wright
Escafandro e a Borboleta (The Diving bell and the Butterfly, ficção, França), dirigido por Julian Schnabel
Onde os Fracos Não Têm Vez (No Country for Old Men, ficção, EUA), dirigido por Ethan Coen e Joel Coen
Vicky Cristina Barcelona (Vicky Cristina Barcelona, ficção, Espanha / Inglaterra), dirigido por Woody Allen

Fonte: Contigo!