sábado, 27 de dezembro de 2008

Wagner Moura e "Sua Mãe" no Altas Horas deste sábado



Tratando-se do último programa de 2008 e tendo a intenção de trazer alguns destaques do ano, Wagner Moura não poderia ficar de fora. Definitivamente, 2008 foi o ano do ator que começou a fazer teatro aos 15 anos, em Salvador. Participava das peças da escola, até ser convidado por uma amiga a integrar um grupo. Fazia animação de festas infantis e telegramas falados para sobreviver. Foi um dos fundadores da Companhia de Teatro da Bahia. Participou das montagens de Casa de Eros, com direção de José Possi Neto, e Abismo de rosas, espetáculo de Fernando Guerreiro que ficou três anos em cartaz. Nesse último espetáculo, Wagner cantava músicas de Lupicínio Rodrigues.

Nessa época, tinha uma banda de rock chamada Sua Mãe, que tocava covers do The Cure. Influenciado pelo musical brega no qual cantava, a banda mudou de repertório e passou a tocar de Waldick Soriano a Odair José. E foi essa banda que ele trouxe no programa para agitar a galera.

"Sua mãe é uma mistura da melancolia do rock inglês com esses cantores ditos bregas", afirma Wagner.

A banda mostrou seu som com as músicas Clóvis, Tortura de Amor e Prefixo Solidão.

Fonte: Site do programa
Texto editado por Andressa Santos