quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Wagner Moura e Lázaro Ramos brilham em noite cultural



Wagner Moura e Lázaro Ramos. Não há muito o que falar dessa dupla de baianos. Os nomes já falam por si. Mas, tratando-se dessas duas feras da interpretação, que representam muito bem o cenário artístico brasileiro, sempre cabem mais constatações.

Eles são os melhores atores da geração e, apesar disso, mostram uma simplicidade única, o que pôde ser mais uma vez comprovado durante a festa do 4º Prêmio Bravo Prime de Cultura, realizado pela Revista Bravo, na Sala São Paulo, na capital paulista.

“Esses prêmios reconhecem e premiam os melhores artistas do ano e celebram o Brasil moderno e atrevido, que nasceu com a Bossa Nova”, disse Lázaro, que foi o mestre-de-cerimônias da noite que consagrou Wagner como o Artista Prime do Ano.

Visivelmente emocionados, os dois amigos protagonizaram um longo e cúmplice abraço, provocando um também emocionado aplauso da platéia.

“É muito bom saber que faço parte dessa família de artistas. Antes, eu não me sentia muito artista. Achava fácil ir lá e fingir ser outra pessoa. Achava que artista era alguém que pintava ou tocava harpa... É claro que hoje penso diferente. E essa mudança aconteceu, quando vi Paulo Autran fazendo Quadrante”, declarou Wagner, que fez questão de homenagear o saudoso ator.

“A pessoa que eu mais lamento não ter me assistido fazendo Hamlet, é o Paulo Autran. Aliás, este ano também perdemos grandes nomes como Fernando Torres e Dercy Gonçalves. Esse prêmio me dá coragem para continuar zelando pela profissão que eu amo, e o dedico a todos os atores”, finalizou ele, que também dedicou o prêmio à mulher Sandra e ao filho Ben.

Mas, os destacáveis nomes presentes no evento não pararam por aí.

Mesmo com a agenda lotada, a jornalista e atriz Marília Gabriela marcou presença e entregou o Prêmio de Melhor Espetáculo Teatral.

“É um prazer enorme estar aqui”, resumiu ela, que anunciou a peça Não Sobre o Amor, que tem Arieta Correa como protagonista, como a ganhadora.

“Estou grávida e, por isso, um pouco mais sensível. Este bebê foi feito durante o Não Sobre o Amor, e com amor. Gostaria de dividir esta alegria com Paulo Autran, que no ano passado estava aqui sendo homenageado”, disse Arieta, mulher do também ator Rodrigo Veronese, que estava todo orgulhoso.

Lygia Fagundes Teles, José Roberto Civita, Fernanda Takai, Paulo Miklos, Ivaldo Bertazzo, José Padilha, entre outros, também estiveram por lá. Todos unidos por uma só paixão: a cultura.

Veja a lista completa dos premiados.

MELHOR LIVRO
O Filho Eterno, Cristóvão Tezza


MELHOR FILME NACIONAL
Tropa de Elite, José Padilha

MELHOR ESPETÁCULO DE TEATRO
Não Sobre o Amor, Felipe Hirsch

MELHOR ESPETÁCULO DE DANÇA
Vi-Vidas, Sônia Mota

MELHOR SHOW
Obra em Progresso, Caetano Veloso

MELHOR CD POPULAR
Conecta, Marcos Valle

MELHOR CD ERUDITO
Bach - 3 Suítes para Violoncelo Solo, Dimos Goudaroulis

MELHOR EXPOSIÇÃO
The Beautiful Earth, Vik Muniz

PERSONALIDADE CULTURAL DO ANO
Roberto Minczuk

MELHOR PROGRAMAÇÃO CULTURAL
Pinacoteca do Estado

ARTISTA PRIME DO ANO
Wagner Moura

Fonte: OFuxico