quinta-feira, 19 de junho de 2008

"No teatro me sinto ator de verdade", diz Wagner Moura




Após três anos, Wagner Moura volta ao teatro, desta vez para um dos maiores desafios de sua carreira: uma nova montagem de Hamlet, clássico da dramaturgia, obra-prima de William Shakespeare. Em encontro com jornalistas em São Paulo, o ator falou sobre o espetáculo, a volta aos palcos e o público paulistano.

Após dois personagens muito populares, o vilão Olavo de Paraíso Tropical e o Capitão Nascimento, do filme Tropa de Elite, Wagner Moura se volta para um projeto mais focado, ao qual se dedica desde outubro do ano passado.

"Independentemente dos meus trabalhos anteriores, queria voltar ao teatro. É onde me sinto ator de verdade, onde eu comecei. Queria voltar a trabalhar com o Aderbal Freire-Filho (diretor da peça)", afirma ele, que também assina a tradução do texto.

"Queríamos mostrar que uma obra poética como Hamlet pode ganhar uma linguagem mais atual, mais fluente, mas sem ser coloquial", afirma o diretor. "Se o espetáculo se comunicava com as pessoas há 500 anos, por que não funcionaria agora?", completa Wagner Moura.

O ator estréia também em uma nova função: a de produtor.

"Produzi o espetáculo por necessidade. Queria montar e para fazer um Shakespeare ninguém te convida (risos). Então resolvi assumir essa função. Sempre admirei os atores que se auto-empreendem"
, afirma o ator.

A trilha sonora fica a cargo de Rodrigo Amarante, do grupo Los Hermanos, que acompanhou os ensaios e compôs músicas inéditas para o espetáculo.

Hamlet estréia nesta sexta e segue temporada no Teatro da Faap até setembro.

"Escolhemos São Paulo porque aqui tudo é melhor. O público vem ao teatro, é uma coisa que está viva na sociedade, está na vida das pessoas. No Rio ficamos fechados a um nicho, a um circuito alternativo"
, diz Wagner, que deve levar a peça ao Rio ao final da temporada paulista.

O espetáculo, de três horas de duração, terá um intervalo de 15 minutos.

"Estou ansioso, até um pouco nervoso para a estréia. Mas também estou confiante, porque temos um espetáculo muito bonito para mostrar",
finaliza Wagner Moura.




Fonte: Terra