quarta-feira, 3 de outubro de 2007

Tropa de Elite tem estréia antecipada por conta da pirataria



Por meio de um comunicado, a divulgadora do filme Tropa de Elite avisa que a estréia do longa-metragem, nos estados do Rio de Janeiro e São Paulo (capitais e interior), foi antecipada para esta sexta-feira, dia 5.

O motivo foi a pirataria do filme, que antes mesmo de seu lançamento, tinha várias cópias piratas sendo vendidas ao preço de R$10, por camelôs, em diversas partes do Rio de Janeiro. Estima-se que quase 1,5 milhão de pessoas já tenha assistido à cópia ilegal, o que causou grandes transtornos aos envolvidos com a produção da película.

Leia o informativo na íntegra:

“Apesar de não ter estreado ainda, Tropa de Elite se tornou foco de debate através de jornais, revistas, TV e Internet. Por conta disso, e da pirataria que espalhou pelo país cópias de uma versão inacabada do filme, a Zazen (produtora do filme) em conjunto com a Universal Pictures (co-produtora do filme), decidiram hoje antecipar a estréia nos estados do Rio de Janeiro e São Paulo (capitais e interior) para o dia 5 de outubro, próxima sexta-feira. Nas demais cidades, o filme estará nos cinemas em 12 de outubro, distribuído pela Paramount Pictures, quando chegará a cerca de 250 cópias.

Originalmente, o filme estrearia somente em novembro, e todo o calendário de pós-produção estava montado para essa data. Foi um árduo trabalho de toda a equipe no Brasil e nos Estados Unidos, para conseguirmos essa nova antecipação. Infelizmente, por questão de tempo para produção das cópias, não será possível a antecipação em todo o Brasil. Esperamos que o público que gostou da versão inacabada de Tropa de Elite, goste também no cinema, mídia para a qual foi concebido e produzido.”

O Filme

Tropa de Elite, dirigido por José Padilha, traz no elenco: Wagner Moura, Caio Junqueira, André Ramiro, entre outros. A trama relata a ação do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), no combate ao tráfico do Rio, e a absurda corrupção da Polícia Militar, contada com detalhes, além do abuso de poder e cenas de execuções e tortura.

Fonte: O Fuxico