sexta-feira, 26 de outubro de 2007

Propaganda rompe tabu e aposta em vilão



"O mundo está mudando. Intérprete do vilão Olavo de ‘Paraíso Tropical’ e de um policial violento no filme ‘Tropa de Elite’, o ator Wagner Moura está no ar desde o último dia 19 em um comercial de uma operadora de telefonia móvel, veiculado nas principais cidades do país.

Segundo o pesquisador Mauro Alencar, é a primeira vez que um ator que interpreta vilão protagoniza campanha. As agências sempre evitaram vilões por temeram rejeição do público ao produto anunciado.

Na propaganda que rompe esse tabu, Wagner Moura oferece uma promoção da operadora TIM. Antes de colocá-la no ar, a empresa realizou pesquisas para medir a recepção do comercial. ‘Não houve rejeição. O pessoal separa muito bem o ator do personagem’, diz José Luiz Liberato, diretor de imagem e publicidade da TIM.

Segundo Liberato, as pesquisas não ‘apontaram nenhum traço preocupante contra ele’. Pelo contrário, os telespectadores demonstraram simpatia por Olavo, reforçando a percepção de que o público torce para um final feliz dele com Bebel (Camila Pitanga).

Liberato afirma que sua empresa tem um histórico de publicidade não convencional. ‘A gente tende a evitar o óbvio’, diz. ‘O Wagner Moura é um ótimo ator. Ele transfere uma personalidade para o personagem maior do que o autor do roteiro pensa. É essa personalidade que a gente queria dele’.

Fonte: Observatório da imprensa