terça-feira, 21 de agosto de 2007

O homem com axé



Wagner Moura dá a sua versão sobre o vexame de Olavo no casamento

Ele pode ser mau-caráter, trambiqueiro, salafrário, o que for... Mas tem alguma coisa em Olavo que definitivamente agrada as mulheres. Não fosse assim, ele não faria tanto sucesso. É verdade que ele também tem um fraco por elas, sobretudo por mulheres bonitas e vistosas – assim como Bebel. Mas é por conta dessa, digamos, vulnerabilidade que ele paga o maior mico, justo no dia do seu casamento com Alice. Deixemos que o ator por trás desse personagem hilário dê mais detalhes a respeito. Com a palavra, Wagner Moura!

O Olavo não consegue resistir a uma mulher bonita nem no dia do seu casamento?

Wagner Moura: É, meu amigo, mas vamos ter que considerar que é a Deborah Secco... Uma gata espetacular e sensual. Então, ele cai mesmo... E ela e a Bebel tramam pra seduzi-lo e vêm com tudo. Não é de fato um encontro casual. É um encontro para derrubá-lo mesmo. E o Olavo, como um macho alfa, cai no papo delas. Aí tem uma cena maravilhosa, uma cena quase pastelão, genialmente escrita pelo Gilberto e pelo Ricardo...

O que acontece?
WM: A Betina algema o Olavo na cama no dia do casamento dele. Olavo fica algemado, de cuecas, e toma um flagrante do casamento inteiro. Todo mundo entra, Antenor, Marion, Lutero, Alice... E ele está amarrado desse jeito na cama.

Com essa, a Bebel dança?
WM: A Bebel foi muito safada com ele, foi má mesmo. E por causa disso, acho que ele vai ficar um tempinho separado dela. Ela diz que fez tudo por amor, mas o que ela faz é muito feio.

Você acha que o Olavo tem algo especial?
WM: Sei lá... Acho que o Olavo tem axé.

Fonte: Site da novela