terça-feira, 26 de junho de 2007

Paraíso Tropical concentra bonitões em cena Tem para todos os gostos: loiros, morenos, executivos...


Gilberto Braga caprichou no time masculino de Paraíso Tropical. Tem desde o bom moço Mateus, interpretado por Gustavo Leão, ao irresistível vilão vivido Wagner Moura, o Olavo. O folhetim tem a maior concentração de bonitões da TV brasileira hoje - não é à toa que a produção da novela faz mensalmente a eleição dos "Bofes do Mês".

E melhor: os rapazes do horário nobre têm perfis completamente diferentes.
Quem gosta dos homens mais sarados, pode apreciar a barriga tanquinho de Bruno Gagliasso (Ivan) e Marcello Antony (Cássio). A prova de que a silhueta dos dois está em alta é que seus personagens viraram figurinhas fáceis das cenas na Praia de Copacabana.

Quem também freqüenta a orla, mas ganha pela simpatia e pelo rosto de bom moço é Gustavo Leão. O novato arrasa com aquele sorrisão que abala as estruturas de Camila (Patricia Werneck) e das telespectadoras que têm uma quedinha por garotões.

Low profile

Entre os fofinhos das oito esteve na lista Rodrigo Veronese, com o Lucas. O tempo que ele passou na trama cativou pelo seu jeito boa praça. Fábio Assunção também pega carona nesse perfil como o galã Daniel. O rapaz é bem sucedido, se veste nos trinques e sabe como agradar a namorada Paula (Alessandra Negrini).

Daniel é um prato cheio para as românticas de plantão! Rodrigo (Carlos Casagrande) e Tiago (Sérgio Abreu) ajudam a engordar esse time de low profile. Os dois formam o casal 20 da história.

Maduros

Mas há quem prefira os homens mais experientes. Entra em cena Tony Ramos, com o seu executivo Antenor Cavalcanti, e Paulo Vilhena como o Mauricinho Fred.

Os dois gostam de vestir terno, passam a maior parte do dia no trabalho, mas adoram conquistas. Antenor gosta de viver perigosamente relações extraconjugais e Fred faz o possível para ganhar o coração de Camila com o seu papo blasé.

Cafajeste

E existem aquelas que adoram um cafajeste. Seja à la Jáder, vivido por Chico Diaz, ou Olavo, esses homens gostam de viver fortes emoções.

O negócio deles é variar nas conquistas. Por isso, são difíceis de assumir relacionamentos sérios. Há quem goste!



Fonte: Ego