segunda-feira, 17 de abril de 2006

Correspondentes estrangeiros no Brasil premiam os filmes de 2005



A Associação da Imprensa Estrangeira em Hollywood é responsável por uma das principais premiações do mundo do cinema, o Globo de Ouro. Pois a Associação dos Correspondentes de Imprensa Estrangeira no Brasil também tem sua premiação sobre o cinema brasileiro, cujas indicações foram divulgadas ontem. O prêmio nem tem nome ainda, mas está sendo chamado já, naturalmente, de Globo de Ouro brasileiro.São sete categorias, das quais Cidade Baixa (2005) concorre em seis - só não disputa a de documentário, por razões óbvias.Depois dele, Quase Dois Irmãos (2005) concorre em quatro. Além desses dois, estão indicados a melhor filme Cinema, Aspirinas e Urubus (2005) e Dois Filhos de Francisco (2005). Como o Globo de Ouro americano, este prêmio pode ser um indicativo dos favoritos ao Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, prêmio da Academia Brasileira de Cinema - e, por analogia, o nosso Oscar.

É o terceiro ano da premiação da imprensa estrangeira no Brasil - nas duas primeiras, os filmes O Homem que Copiava (2003), de Jorge Furtado, e O Outro Lado da Rua (2004), de Marcos Bernstein.

Cidade Baixa é dirigida por Sérgio Machado, e mostra um triângulo amoroso em Salvador entre uma prostituta e dois barqueiros. No elenco, Alice Braga, Lázaro Ramos (os dois indicados) e Wagner Moura.

Este ano, o prêmio inclui uma nova categoria: a de melhor fotografia. São 125 os sócios da Acie, correspondentes oriundos de 30 países. A premiação está marcada para dia 22 de maio, no Centro Cultural Banco do Brasil, no Rio.

Fonte:Jornal da Paraíba