sábado, 25 de março de 2006

Wagner Moura fala da contradição da morte de JK




Wagner Moura, na noite do último capítulo de JK

Wagner Moura - que dividiu com José Wilker o papel de JK na minissérie da Globo - marcou presença no evento organizado pela emissora em uma churrascaria da zona sul do Rio para que o elenco assistisse junto ao último capítulo, exibido na noite de sexta-feira (24).

Depois de conferir o desfecho da trama que ajudou a contar, o ator disse:

- Achei lindo. Me emocionei muito. Essa última fase do JK, decadente, foi feita com uma beleza e uma emoção muito forte. Adorei o trabalho do Wilker. O Juscelino morreu muito amargurado, o que é de uma contradição incrível, porque ele era um homem cheio de vida, de otimismo. Entrei em uma vibe muito forte com esse personagem. A forma como ele morreu me tocou muito. Eu me senti parte disso.


Fonte:Babado