terça-feira, 31 de maio de 2005

Wagner Moura no divã

Wagner Moura estréia na TV como protagonista da novela das 19h "A lua me disse", de Miguel Falabella e Maria Carmem Barbosa. Baiano de nascença e morador do bairro de Botafogo, no Rio de Janeiro, há quatro anos, Wagner se tornou um forte candidato ao posto de galã, com o personagem Gustavo. Mesmo depois de ter atuado nos seriados "Sexo Frágil" e "Carga Pesada", o ator ainda é um rosto novo na telinha, mas o currículo é recheado de megaproduções nacionais. Wagner já participou de filmes como "Deus é Brasileiro" e "Carandiru". Casado com a fotógrafa, Sandra Delgado, o bonitão 'deitou-se' no divã para um bate-papo sobre a carreira de ator.

Quanto ao figurino 'mauricinho' do Gustavo.
É tudo muito novo para mim, mas vim preparado para um ritmo diferente. É impressionante como o trabalho é exaustivo, mas satisfatório. Estou muito feliz com essa novidade. 'Sexo Frágil', por exemplo, eu gravava três vezes por semana. Mesmo assim estou adorando.

O que você está achando de gravar uma novela, pela primeira vez? Você já havia recebido convites para outras novelas?
Sim. Alguns. Mas esse do Miguel (Falabella) e da Maria Carmem foi irrecusável. A novela coincidiu com o término do 'Sexo frágil' e com a peça 'Dilúvio em tempos de seca', que eu fazia com a Giulia (Gam). Novela de Miguel não tem como deixar de fazer.

Você achou melhor tirar uma 'licença' teatral para se dedicar mais à trama?
Eu preferi parar. Nunca tinha feito uma novela, por isso achei melhor fazer uma coisa de cada vez. Quando eu pegar o ritmo das gravações eu volto para o teatro.

O que mais tem te impressionado?
A gente grava cerca de 23 cenas por dia e, de qualidade. Isso me impressiona. Ninguém no mundo faz novela melhor do que a gente.

O Gustavo (personagem) é um amante à moda antiga?
Ele é um homem que respeita muita a Heloísa (Adriana Esteves), por isso abafou uma paixão durante dez anos. Ele cansou de viver à sombra desse amor e agora quer correr atrás de sua felicidade. É uma história de amor, com altos e baixos.

Quanto à fama de galã, já se acostumou?
Toda novela tem um vilão, um mocinho e um galã. Eu tenho que cumprir esse papel de modelo de virtude e virilidade. Estou mais acostumado a ver nos folhetins do que fazer, mas encaro de forma natural. Como galã eu não sei. Só posso garantir o sucesso que eu faço com a minha mulher (Sandra Delgado), em casa.
Sou baiano, então meu estilo é despojado. Uso calça jeans, camiseta e chinelo de borracha. Eu estou aprendendo a me vestir melhor com ele, que vive de terno e gravata.

Fonte: Site Dirce